História de São Lourenço Mártir

São Lourenço Mártir

Lourenço nasceu em 225, em Huesca, cidade da Espanha, o qual foi criado e educado nas virtudes cristãs, pelos seus pais Orence e Paciência.

Toda essa educação, voltadas para as virtudes cristãs, tornaram Lourenço um homem puro, casto, nobre, generoso e cheio de amor a Jesus Cristo.

Em sua vida adulta, Lourenço mudou-se para Roma, tornando-se um dos primeiros Diáconos da Igreja Católica, suas funções eram de cuidar dos bens da Igreja, distribuir esmolas aos pobres (olhando para os necessitados, órfãos e viúvas) e assistir o Papa nas celebrações.

No ano de 257, estava a frente da Igreja o Papa Sisto II, o qual tinha grande admiração de Lourenço. Ocorre que o imperador romano Valeriano I, decretou uma perseguição aos cristãos, em virtude de que a Igreja estaria prejudicando o império, principalmente pela sua riqueza.

Passado um ano, em 258, o Papa Sisto II foi detido, e decapitado no caminho de sua execução. Lourenço desolado disse a ele como poderia seu mestre o deixar sozinho, o qual respondeu que em poucos dias estariam juntos novamente.

Após este fato o imperador concedeu 3 dias, para que Lourenço prestasse contas dos bens da igreja.

O imperador indignado pelo fato de que Lourenço havia reunido os necessitados como sua riqueza e não prestado contas, concedeu-o ao martírio, o qual foi amarrado a uma grelha, assado vivo e lentamente.

Foi então que Lourenço disse:
“Vira-me, que deste lado já está bem assado … Agora está bom, está bem assado. Podes comer!…”

Lourenço não renunciou e nem negou a Cristo e sua fé, até mesmo diante de sua morte.

Pela sua função na Igreja, São Lourenço tornou-se Santo e protetor dos Diáconos.

Paróquia São Lourenço Mártir
(35) 3332-4011
Praça Frei Egídio, 2
Centro - São Lourenço - Minas Gerais
CEP 37470-000

Desenvolvido por Brave